Maria Fernanda

“Como os oceanos tinham níveis muito baixos de água, era possível caminhar do sul da Inglaterra até a França, e continuar andando. Se não fosse impedido por outros humanos, até chegar a Java”. (livro: Uma breve história do mundo). Então fico imaginando como há coisas a aprender na geografia de nossa história. Esse é um planeta que ainda retém riquezas que não se pode avaliar. Cada leitura vem repleta de abastanças... Repensar na crueldade do homem com tudo isso é o caos. Cada um fazendo a sua parte era utopia demais, e o quadro ficou exposto sem cuidado e a paisagem começa a borrar nas laterais, meio e... Fim? Eu suponho que até os primórdios já viviam a saga. Caminho em alerta. Descrever a fundo teria que exigir experiência. Tornasse nômade por descobertas. Amo o planeta, isso eu bem sei dizer. E cada dia vale o investimento porque pouco oferecimento não me move. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Renasce


 
 
 
 
Cai lá fora  gotas de amor sobre a terra. Rega pois com seus milagres
e surpreende olhos que oscilam.
Há um fascínio em dezembro.
Ele abrolha o que secou
Renasce...
Renova!
 
 
M.Fernanda
Imagem: Net
:.ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:ﮨﯝﮨჱﮨﯝﮨ.:


 

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Tu és estrela


 
 
Sonhar com um tempo maior
Para o solo que pisas agora.
Onde aportou teu riso meu amor?
A semente cai rica no solo
E eu imagino as flores. 
Isso é amor
E não acabou.
Esteja muito bem
Porque eu sou a saudade
Tu és a estrela.
Eu toco o céu
Da tua boca com o coração.

****************
Autoria: Maria Fernanda
Imagem: Net
 

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Momento


 
 
 
 
Entre a relva, as flores se deitam.
A eternidade é isso.
Toco no abstrato e sinto que me observas.
O paraíso também é definir,
moldar o teu riso mais belo
meu príncipe!
Não quero acordar desse sonho.
Deixa que eu esqueça o sapatinho aqui
Porque tudo que me importa
nesse momento
É o momento.
Autoria: Maria Fernanda
Imagem: Net

Expectativa



 
 
Não consigo respirar.
Meu coração está afogado em lágrimas.
As nuvens fazem desenhos tão lindos
e nelas vejo anjos,
amor e castelos
Toco a esperança
Ela me  canta canção do amor
Na valsa da vida.
Há tempestades e bonanças
Experimento todas elas.
Há um belo motivo:
Ele é nossa expectativa
 
Autoria: Maria Fernanda
Imagem: Net

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Acha-me


 

Acha-me outra vez nesse teu céu de estrelas.
Carregas no teu interior o cheiro das hortênsias
Há um recato em cada detalhe seu
Há em ti promessas de outros tempos
Que peregrina anseia por ti.
Afaga-me ao longe
com teus pensamentos
Que o “pano ” do tempo
se encarregara de emendar
Como se fosse uma colcha de retalho
com maior poesia.
Outrora me fugia a esperança.
Lá fora a canção dos pássaros
se põe a seduzir.
Acha-me outra vez
Assim em pequenos gestos eu imploro.
Sou como a borboleta
à procura das flores
Sou um bocado de ti em, imagem e semelhança
Amo-te!
 
Autoria: Maria Fernanda
Imagem: Net


quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Há corações


 
 


Há corações em esferas que volitam sobre nós
Há olhos apaixonados no meio disso tudo
  nostalgia gritando em meu peito
Há uma cicatriz querendo sarar
Então,
o brilho do dia me diz qualquer coisa
como um enigma que não decifrei
Perceba o cristal. Aqui dentro ainda está incólume
Estou por um fio,
mas ainda posso lutar.
Toque minhas mãos,
ou faça com que eu a sinta em meus cabelos
Com o leve sussurrar da brisa
Éramos...
O brilho que acena para tarde é de um sol quimérico
O mais perfeito tem nome de céu e se chama amor.
Bem-me-quer?
Bastava somente do que o coração sente falta.
Há corações ansiosos em toda parte
Há um que golpeia meu peito
Ele diz da lassidão que o espia
Ele fala de amor
(Autoria: Maria Fernanda)
Imagem: net