Maria Fernanda

Apenas se precisa de tão pouco para sustentar uma alegria, mas mesmo assim com toda sua racionalidade, o homem complica tudo e age irracionalmente com seus próprios semelhantes. Tratando-os com desprezo, numa repulsa que não combina nada com o que viemos plantar nesse universo, que poderia ser maior em amor e solidariedade. ✿Maria Fernanda✿

o amor é um elo

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Código

Olho a paisagem O sol modificando tons. Semblantes cansados, todavia, Um mundo de dúvidas... Seu brilho triunfantemente se direciona, Persisto observando e aprendendo. Destino... parece caminhar em multidões E a força da estrada construindo uma nova era. Legisla tempo, desdobra culminâncias. Mandíbulas alforriadas, Corações esperançosos. A vestimenta da fé, soerguimento pleno De quem é sábio e ama. Exorto-te Céu, Sol, natureza Que enriquece e vivifica. Enche de vida voluntariamente Até os que em cega persistência, Não percebem que teu sustento é um código decifrável. Colmeia divina, que passa todos os dias Sem percepção. Olho a paisagem, Rostos, Asfixiada cega humanidade, Entre a idolatria dos bárbaros. Enquanto a ganância for maior e a ignorância desfalecida por aprendizado Heroicamente, alguns olhares perceberão O que consagram em rico apurar sem olvidar. Abnegados, Conscientes, Certos porém que não poderemos querer o brilho Sem saber polir para tê-lo. ____________- Maria Fernanda. Imagem: Minha